Como evitar ácaros e cheiro de mofo nos armários

A época do frio estimula uma renovação no guarda-roupa

O inverno é a época em que os brasileiros começam a tirar do armário peças como casacos, cachecóis, luvas, gorros, cobertores e edredons, provavelmente utilizados pela última vez em julho ou agosto do ano passado. Mas o que fazer com o nada agradável "cheirinho de mofo" que costuma impregnar nos tecidos?

armário lotado

De acordo com a consultora pessoal Heloisa Sundfeld, da Help Personal Assistant, a principal dica para evitar o acúmulo de ácaros – que, além do mau cheiro, podem provocar reações alérgicas fortes – é tirar as peças do armário todos os meses e colocá-las no sol por alguns minutos apenas. Antes de guardar, deixe a peça em lugar bem ventilado, durante pelo menos uma hora, para que ela esfrie antes de ir para o armário e verifique sempre a ventilação do guarda-roupas. Quanto maior ventilação nos armários, menos chances das peças mofarem.

– Ácaros geralmente se desenvolvem em locais escuros, úmidos e sem ventilação. Com esta atitude simples, se torna impossível a proliferação de microorganismos na roupas e cobertas – adverte Heloisa.

Se os ácaros já se instalaram nas peças, lave-as imediatamente. Alguns produtos existentes no mercado prometem auxiliar no combate a umidade e muitas vezes proporcionam cheiro agradável às roupas.

– Uma dica interessante é usar bolas ou pó de sândalo. Entretanto, seu cheiro forte pode causar desconforto a pessoas alérgicas – explica a consultora pessoal.

Para as roupas não embolorem no armário, graças à grande umidade do ar de algumas regiões montanhosas do País, a orientação é que se coloque, dentro dos armários, produtos especiais que absorvem a umidade.

– Você pode optar por soluções caseiras, neste caso, como a utilização pedaços de giz de lousa ou comprimido efervescente, normalmente aqueles contra má digestão, espalhados pelo guarda-roupa. Eles ajudam absorver a umidade – acrescenta Heloisa.

Algumas dicas, ainda segundo a consultora, na hora de tirar as peças do armário, são fundamentais. Confira:
> Para o bolor, a dica é umedecer o local com água e água oxigenada 10 volumes e colocar a peça para quarar ao sol.

> Para o mofo em tecido branco ou de cor resistente, mergulhe e deixe um pouco na água com cândida diluída. Em tecido de cor, umedeça com suco de limão. Em tecido sintético ou seda, molhe num banho de leite.

> Para manter a qualidade das roupas de frio, peças de inverno como casacos, saias e calças de lã devem ser lavadas em lavanderias especializadas.

> Peças de lã não devem ser secas em secadora.

Quando o inverno chegar ao fim, o cuidado deve ser o mesmo. As peças de frio, sejam roupas pessoais ou cobertores, podem ser guardadas de um ano para outro em embalagem herméticas, que tem uma válvula para a retirada do ar. Assim, as peças ficam protegidas da umidade e de traça. Essas embalagens são encontradas em vários tamanhos. Basta escolher o que melhor se adéqüe a cada necessidade.

Outra opção interessante para armazenar cobertores e edredons são as capas de TNT, que permitem ventilação. As roupas de lã e de malha não devem ser guardadas sujas, pois mesmo aparentemente imperceptíveis, as peças podem apresentar manchas permanentes.

Fonte: Help Personal Assistant

>> Veja mais
>> Dicas para deixar o roupeiro organizado

Fonte: Donna - Zero Hora
Comente: