Perguntas e respostas: tire as principais dúvidas sobre financiamento de imóveis e aproveite o Feirão da Caixa

Descubra o valor dos imóveis, o que fazer se perder o emprego, as taxas de juros e muito mais

Os valores dos imóveis oferecidos no Feirão variam de quanto a quanto?
O valor mínimo é de R$ 72 mil, o valor médio é de R$ 92,5 mil e o valor máximo é de R$ 1 milhão.

Ainda há opções de imóveis dentro do programa Minha Casa, Minha Vida? Para qual faixa de renda?
Há 14 mil unidades para renda entre três e dez salários mínimos (R$ 1.645,00 e R$ 5.450,00)

Há alguma diferença entre comprar um imóvel no Feirão e numa imobiliária em outra época do ano? Há alguma condião especial ou facilidade no Feirão?
A grande vantagem do Feirão é reunir num único espaço todos os agentes da cadeira da habitação, bem como técnicos da Caixa, responsáveis por analisar e liberar os financiamentos. Durante a feira, é possível conhecer o imóvel, fechar o negócio e dar entrada nos papéis de financiamento.

Quais os tipos de financiamento que existem? Valem para imóveis novos e usados? E quais as taxas de financiamento? Posso fazer a aquisição sem entrada?
As linhas oferecidas no Feirão são as disponíveis nas agências da Caixa e atendem a todas as faixas de renda familiar, com prazo de pagamento de até 30 anos.

Os juros podem variar entre 4,5% e 13,5% ao ano, mais TR, para todas as modalidades de financiamento.

Os interessados na compra de uma moradia vão encontrar oportunidades de negócios com financiamento de até 100% do valor do imóvel. Estes prazos e taxas de juros, além do valor de entrada, dependem do valor do imóvel, da renda familiar e do prazo do financiamento.

Quais as taxas que devem ser pagas ao comprar um imóvel além da prestação?
Na contratação deverão ser pagos Impostos sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), seguro e registro no Cartório de Imóveis.

Se eu comprar o imóvel apenas com minha renda, em 20 anos, e ficar sem renda em dois anos, posso perder o imóvel? Há possibilidade de renegociação?
A Caixa sempre busca a negociação e o cliente deve procurar orientação do gerente da agência onde contratou o financiamento. No programa Minha Casa, Minha Vida o cliente conta com um seguro-desemprego e, em casos como o citado, tem seis meses para pagar 5% do valor da prestação, sendo o restante incorporado ao saldo devedor.

Posso antecipar o pagamento de prestações?
O que pode ser feito é usar recursos próprios para abater o saldo devedor.

O FGTS pode ser usado para a compra do imóvel? Quais as exigências?
Sim. As exigências são: ter no mínimo 36 meses de contribuição, consecutivos ou não, não possuir outro imóvel na cidade, município limítrofe ou região metropolitana onde pretenda adquirir, não possuir financiamento habitacional ativo dentro do SFH em qualquer outro lugar do país.

Estou pendurado no SPC/Serasa. Posso contrair financiamento?
É necessário regularizar a situação primeiro.

Dá para reunir a renda dos filhos adultos e que trabalham para a compra do imóvel?
A renda a ser comprovada é a renda dos membros da família que irão efetivamente residir e compor os valores da prestação do imóvel.

Tenho outro imóvel, escriturado. Já está pago (ou sendo pago). Posso pegar outro financiamento?
Sim, desde que seja através da linha de financiamento SBPE.

Quanto tempo leva para fazer o financiamento?
Em média 15 dias úteis.

Sou autônomo, não tenh como comprovar renda. Como posso fazer?
Pode ser apresentada a movimentação bancária e comprovantes de despesas mensais em entrevista com o gerente da agência.

Leia mais
>> Feirão oferece 32 mil imóveis em POA
>> Perguntas e respostas sobre financiamento
>> Como saber se você pode usar o FGTS
>> Usar o FGTS x carta de crédito FGTS
>> Como usar o FGTS para financiar sua casa
>> Conheça os tipos de financiamento
>> Saiba como planejar a compra do imóvel

Fonte: DIÁRIO GAÚCHO
Comente: