Definidos projeto e locais para terminais marítimos em Palhoça, na Grande Florianópolis

Segundo a empresa Iguatemi Consultoria e Serviço de Engenharia, vencedora do processo licitatório, o documento foi elaborado com foco na acessibilidade e na segurança do usuário

Com os projetos concluídos e enviados para a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), Palhoça avançou em direção ao transporte marítimo na Grande Florianópolis. As maquetes eletrônicas divulgadas são um passo importante para a região, que, até então, sequer tinha colocado a ideia no papel. Elas foram divulgadas na terceira semana de abril de 2012, com informações importantes sobre tamanhos, custos e até um trajeto experimental, a ser feito por um barco camatarã.

Divulgação

As estruturas foram inspiradas em Veneza, Amsterdã, Hong Kong e Porto Alegre, onde o sistema do transporte marítimo com o barco catamarã está em operação. Segundo o engenheiro Felipe Zacchi Gómez, da empresa Iguatemi Consultoria e Serviço de Engenharia, vencedora do processo licitatório, o documento foi elaborado com foco na acessibilidade e na segurança do usuário, que vai contar com ponto de ônibus e trapiche cobertos exclusivos, estacionamentos para carros, bicicletas e motos, espaço para refeições e assentos para aguardar o horário da embarcação.

Apesar dos projetos terem sido elaborados para Palhoça, o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços do municípios, Josué da Silva Mattos, afirma que os pontos de embarque e desembarque foram escolhidos em pontos estratégicos para interligar cidades vizinhas como Florianópolis, São José, Biguaçu e, no verão, Governador Celso Ramos.


Leia mais:
>> Confira ofertas de imóveis à venda em Palhoça
>> Encontre imóveis na Grande Florianópolis
>> Anuncie seu imóvel no Pense Imóveis

Fonte: VANESSA CAMPOS  -  DIÁRIO CATARINENSE
Comente: