Tarifa de energia ficará mais barata em SC a partir de agosto de 2012

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), consumidores do grupo B1, residencial e baixa tensão, terão desconto de 1,99%. O maior recuo será para consumidores no grupo A1

A conta de energia deve ficar mais barata a partir de agosto de 2012 para alguns catarinenses. Consumidores do grupo B1, residencial e baixa tensão, terão desconto de 1,99%. Consumidores de grande porte devem ter uma redução de até 23,82%. Os percentuais para os novos valores foram publicados na quinta-feira, 17 de maio de 2012, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O maior recuo será para consumidores no grupo A1, que demandam acima de 230 kV. Em Santa Catarina, a única empresa nesse grupo é a ArcelorMittal, de São Francisco do Sul. Grandes consumidores do grupo A2 (138 kV), que inclui setores como o cerâmico, siderúrgico, metalúrgico, papel e celulose, terão redução de 9,94% e; os do grupo A3 (69 kV), que inclui empresas de cerâmica e têxtil, vão ter queda de 10,49%.

Perfil do consumidor indicará aumento ou redução na conta
Esses recuos serão em função da diminuição nos gastos com consumo de combustíveis e dos custos operacionais da parcela B. No subgrupo A4 (13,8 kV e 23 kV), que inclui shoppings, comércio e edifícios de uso coletivo, haverá aumento de 2,83%.

A simulação indica um aumento médio de 0,32% para o consumidor, mas há diferenças grandes de acordo com o perfil do consumidor, conforme classificação da Aneel.

Os números oficiais serão conhecidos em julho de 2012 e começam a ser praticados depois da homologação, o que está previsto para ocorrer em 7 de agosto de 2012. A revisão tarifária ocorre a cada quatro anos.

"Pelos números fechados até agora, a Celesc apresenta o melhor resultado entre as grandes distribuidoras do país. Se considerarmos que a inflação acumulada nos últimos 12 meses foi de 5,1%, o efeito para o consumidor, bem abaixo de 1%, será praticamente imperceptível", explica o presidente da companhia Antonio Gavazzoni.


Leia mais:
>> Copom reduz para 1,3% projeção de reajuste de energia elétrica em 2012
>> Consumo de energia elétrica cresce quase 4% no primeiro trimestre de 2012
>> Medidas para baixar de vez a conta de luz
>> Como economizar energia elétrica com a TV

Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA
Comente: